Atividade Física

Ficha lotada de exercícios: para crescer e ganhar massa muscular!

É sério isso mesmo??

Heeeey povo!

Me diz se você não é do tipo de pessoa que, quando recebe uma ficha nova/ treino novo do seu professor na academia, não vai logo pensando que o treino não vai ser eficiente se não tiver por aí uns 8 a 10 exercícios?
Pelo menos aqui no ES, a cultura de que para se ter resultados, tem que treinar muito – no sentido de todos os dias e tendo séries longas por dia – para conquistar o corpo desejado é bem cultivada.

Mas será que a lógica funciona assim mesmo?

Será que a ciência concorda com isso?

Ou será que o profissional que está em sala não quer dar margem para o aluno questionar sua competência sem que ele precise argumentar?

Seja lá quais forem os motivos, uma série de musculação não precisa ser longa para ser eficiente. Segurança é um dos itens que muitas pessoas não pensam e “gastar” suas articulações com excesso de exercícios é dar um tiro no pé pra vida.
Alguns estudos mostram que, para iniciantes, treinos de séries curtas (3 – 6), 2 vezes na semana já é bom, principalmente pelo fato de se ter descanso para melhor recuperação muscular do grupo trabalhado. Já para os treinados, 2 a 3 vezes na semana, para o mesmo grupo muscular com séries curtas (4 – 8) é um bom formato de treino, caso contrário, fazendo mais do que isso, você entrará na situação de “séries perdidas”, onde o excesso de estímulo não será aproveitado pelo grupo muscular trabalhado.

Lembrando que séries ou sets, é a quantidade de estímulo dado por exercício. Então se você quer fazer 6 séries, você pode fazer 3 aparelhos, usando 2 séries ou fazer 2 aparelhos, usando 3 séries. Logo, ampliando a sua visão, é possível fazer um treino de dorsais, por exemplo, com 2 aparelhos apenas!

Então, não se prenda a números e sim a qualidade do treino.
Um bom treino de musculação tem ter equilíbrio entre a intensidade, volume e cadência utilizada na execução dos movimentos. É isso que vai fazer um agachamento de 4 séries até a falha feitos apenas 2X na semana ser muito mais eficiente do que fazer Leg press + extensora + adutora + flexora + panturrilha + abdome, 3 vezes cada, 3 vezes  na semana. Isso, jogando por baixo né… vejo fichas com 8, 10, 12 exercícios por dia por aí a fora.

A quantidade de exercícios na ficha e quantas vezes na semana essa ficha será feita pelo aluno depende da pessoa, dos objetivos, do prazo e outras variáveis importantes. Por isso, é importante sempre conversar com seu professor e expor tudo o que você espera do treino para ele moldar a você. Mas lembre-se, se a ficha for longa demais, questione ou passe para outro professor. Poupe suas articulações e seu tempo, seu corpo é seu templo maior e a saúde deve sempre vir em primeiro lugar.

Temos que mudar a mentalidade dos alunos que gostam de passar horas na academia fazendo musculação e depois ainda querem ficar na esteira, sabe? Isso não traz saúde a longo prazo, pelo contrário…
E você, profissional, argumente com seu aluno, até porque quem estuda para montar a ficha dele é você, então é você que diz o que e quanto vai ser feito.

👉 Falei sobre muitos prejuízos de se treinar muito aqui: Overtraining: pode parar agora!!

Eu vou sim de contra, quando um aluno pensa que a ficha que montei está pequena. Argumento com ele e faço mais: passo as séries todas com ele, cronometrando intervalo, monitorando movimentos e cargas. No fim do treino eles sempre dizem: “nossa, nunca treinei assim na vida! Realmente menos é mais”. E vão “acabadinhos” pra casa.
Até porque não basta argumentar, o aluno pode não acreditar em você. Vai lá e mostra como é!

Se cuide e bons treinos!

Me siga nas redes sociais:
FacebookInstagramPinterestGoogle+

Assinatura-Bru

Assine a Newsletter do Blog e receba as novidades por e-mail!

PS: esse post não é para fisiculturistas ou atletas.

COMPARTILHE esse post:

Comente aqui! Vamos conversar ;)