Atividade Física

E o exercício aeróbio?

Será que você está fazendo certo?

Como diz meu professor de fisiologia do exercício:

“não existe exercício aeróbico ou anaeróbico. Existe exercício neuromuscular! O limiar presente na execução, de acordo com a intensidade aplicada, é quem vai ditar se você está ativando metabolismo aeróbio ou anaeróbio. Mas todo exercício é neuromuscular”.

É que se criou um hábito de falar que tal exercício é aeróbico ou anaeróbico, sabe? Intitulando os exercícios e não as vias metabólicas da pessoa (que são individuais). Você pode fazer exercício neuromuscular resistido ou de força – musculação – dentro do limiar aeróbico, como também pode fazer esteira dentro do limiar anaeróbico. Quem dita é o metabolismo pela intensidade aplicada e não o tipo de exercício, deu pra entender?

Mas sobre exercícios feitos dentro do limiar aeróbio, será que você anda realmente praticando? Como saber?

O ideal seria você fazer coleta de lactato (feito por coleta de sangue), mas como isso não é a realidade das academias e nem da maioria dos profissionais de educação física, estar em intensidade baixa e moderada (o limite é onde você ainda consegue conversar normalmente mesmo executando o exercício) ou 55 a 65% da frequência cardíaca, conseguindo se sustentar por um longo período de tempo, pode ser uma base para se estar dentro do metabolismo aeróbio.

e-o-exercicio-aerobio-brunabussular-2

Quando seu esforço é alto, quando você fica ofegante, quando te falta fôlego, quando não consegue sustentar uma atividade por muito tempo, provavelmente você estará fazendo exercício anaeróbio! Sim… muitas aulas coletivas hoje em dia (ditas como aeróbicas), promovem atividades com intensidade tão alta (e tão longa) que saem do limiar aeróbio.

Então meninas, é preciso prestar muita atenção, pois se você faz exercício neuromuscular resistido, de força (musculação) para ganho de massa muscular e um “aeróbio” desses no mesmo dia. Você estará sobrecarregando muito seu corpo e seu organismo, podendo catabolizar. Fora que, pessoas com condicionamento cardiovascular fraco, devem respeitar seus limites com uma boa programação de exercícios dentro da intensidade ideal para sua situação. O mesmo vale para sedentários e obesos. Ou seja, o que pra mim se encerra o limiar aeróbio (leve a moderado) em um determinado ponto/ intensidade e inicia o limiar anaeróbio (alta intensidade), para quem é sedentário, obeso ou com problemas cardíacos, o limiar aneróbio dele começa beeem antes (individualidade biológica = individualidade metabólica)! Pense em uma sala de aula com todos os tipos de alunos fazendo o mesmo exercício na mesma intensidade??
Não digo que você não deve mais fazer aulas coletivas, mas sabendo dessas informações, você pode diminuir o ritmo dentro da aula. Se for dança, dance mais suave, não precisa se exaltar, por exemplo. Se for spinning, faça com carga leve… entendeu?

e-o-exercicio-aerobio-brunabussular-1

Infelizmente muitos profissionais aderem a cultura que foi “formada” dentro dessas suposições do que é aeróbio e anaeróbio e não se dão ao trabalho de personalizar os treinamentos. Visam volume de alunos ($$$) em vez de qualidade por treinamento (que dá trabalho e toma tempo). Por isso é que vemos muitas pessoas que tem condições financeiras optarem por treinamentos com Personal Trainers, pois eles fazem essas avaliações e periodizações, em sua grande maioria.

Então, converse com seu professor, reveja seu programa de treinamento para que você alcance seus objetivos com sucesso. Não adianta “construir músculos” de um lado e do outro querer “queimar gordura” em um exercício que tem o mesmo limiar do exercício anterior.

Se gostou, compartilha com as amigas. Todo mundo merece um pouquinho mais de informações, né?

Me siga nas redes sociais:
FacebookInstagram ∾ PinterestGoogle+

Beeeeijo!

COMPARTILHE esse post:

2 Comentários

  1. Ana Paula

    9 de maio de 2016 at 7:27 pm

    Incrível o TANTO que eu aprendo com os seus posts!!!!
    Sou muito sortuda de ter você na minha vida! rsss..
    Te contei, né?! Fui proibida de fazer aeróbico! hahaha…
    Só a ficha pra hipertrofia e nada de esteira! 🙁
    Se eu perder mais um grama, eu sumo! kkk
    Tô com 24% de gordura (credo!!!!) e 48kg!!!
    A meta é 21% e 50kg… afff… Deus é pai!!!!
    Hei de conseguir!!!

    http://blogdaana.com.br

    1. Bruna Bussular

      9 de maio de 2016 at 8:52 pm

      Olha, seu percentual de gordura está até alto para a quantidade de peso que você tem. A mudança ai vai ser grande, ou seja, você tem muita massa magra para ganhar. O percentual que vai diminuir aí é consequência do ganho de massa magra (sim, músculos “gastam gordura”). Sobre o aeróbico, você tem que fazer sim, mas pensando nele como manutenção do coração e não como fonte de emagrecimento. Você pode fazer meia hora por dia de forma moderada e SE ALIMENTAR BEM e FAZER MUSCULAÇÃO, assim não vai emagrecer como você está pensando.. rs
      Beeeijos lindona! Fico feliz que meus posts são úteis pra vc

Comente aqui! Vamos conversar ;)